Marketing e finanças: por que alinhar suas equipes?

Marketing e finanças

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

União das equipes de marketing e finanças pode trazer benefícios consideráveis para negócio

A área de marketing é um dos principais escopos de uma empresa, especialmente no que diz respeito a captar e manter os clientes. E o time de finanças é aquele responsável por orçamentos e demais questões relacionadas a dinheiro. Em empresas muito grandes, estes dois times podem não se relacionar tão diretamente, porém é de extrema importância que as duas áreas atuem em conjunto, para que os negócios fluam mais de acordo com as expectativas e os desejos de crescimento, além de impactar objetivamente no próprio planejamento de campanhas do negócio.

Afinal, as ações do time de marketing dependem exclusivamente dos orçamentos aprovados pela área de finanças.

O setor de finanças atua como um aliado do setor marketeiro, uma vez que ele garante que os investimentos para a captação de novos leads sejam o necessário para que as campanhas tenham um bom sucesso. Porém também é muito importante ter em mente quais são os papéis individualmente de cada setor, para alinhar estratégias propícias e fazer o negócio alcançar e ultrapassar suas metas. 

O papel do marketing

Como dito anteriormente, o setor de marketing é o responsável por criar estratégias para manter os clientes que a empresa já tem e ganhar outros novos, seja no meio offline, seja no meio online. Ultimamente, com a grande ascensão do marketing digital, as campanhas online ganharam um destaque considerável – a elaboração de personas para servir de base para criação de conteúdo nas redes sociais tem trazido destaques interessantes, sobretudo no contexto de pandemia.  O marketing digital permite que a equipe mapeie as fases de venda.  

Dentre outras atividades do time de marketing, estão a identificação e organização de processos para que a marca se consolide, fazer a gestão do orçamento liberado pela equipe de finanças para as campanhas, gerir o time de vendas de acordo com os objetivos da empresa, criar e analisar métricas de desempenho e criar estratégias de expansão. Tudo isso, no final, para agregar mais valor para a empresa. 

O papel das finanças

Nenhuma empresa funciona se não tiver uma boa gestão das finanças. Esse é o principal papel do setor, que garante que os recursos sejam otimizados e bem investidos, para que a empresa tenha o seu retorno garantido. É essencial, sobretudo, para garantir o controle financeiro do negócio, impedindo que haja algum problema que possa afetar o negócio negativamente.

As finanças corporativas envolvem todas as decisões que serão tomadas para novos empreendimentos, por exemplo, e as análises de riscos.

O objetivo do setor de finanças é bem parecido com o de marketing: aumentar o valor da marca, indo muito além do simples pagamento, da prestação de contas e do controle de caixa. Os preços, os custos e as estratégias de negócio devem necessariamente passar pelo crivo das finanças.

Por que alinhar os dois setores?

Bem, não é mais novidade, então, que o setor financeiro é um dos principais parceiros do setor de marketing de uma empresa e que ambos devem estar alinhados para a criação de estratégias benéficas. O grande benefício de alinhar as duas equipes é fazer com que as ações da empresa sejam mais tranquilas, com menos possibilidades de riscos e mais possibilidades de sucesso. Além disso, a otimização do orçamento da empresa é crucial, especialmente no momento atual, em que o Brasil enfrenta uma instabilidade econômica, devido ao coronavírus.

Com menos dinheiro disponível para investimento em marketing, é essencial que o setor financeiro faça orçamentos precisos e dentro da realidade, para que o marketing saiba quais são as ações possíveis de serem aplicadas com o dinheiro disponível.

Consequentemente, a produtividade da empresa tende a melhorar após esse alinhamento. O uso das métricas para analisar o que vai bem e o que vai mal na empresa, o que é feito pela equipe de marketing, auxilia diretamente na produção dos dois setores. Isso ajudará, por exemplo, os dois setores a decidir quais são, de fato, as melhores atividades para investir, pois trarão bons rendimentos. Isso está diretamente relacionado às projeções de investimento para campanhas de marketing, o que afeta no ROI (Retorno sobre Investimento). A criação de metas em comum das duas equipes potencializa as ações dos setores e ainda integra as equipes de maneira produtiva. 

Como alinhar as duas equipes?

Agora que você já sabe quais são os benefícios de alinhar os dois setores, é muito importante planejar estratégias para que as equipes estejam em harmonia. A primeira coisa a se fazer é reunir as equipes, para que todos se conheçam e também para que todos os envolvidos saibam quais serão os objetivos dessa união – uma reunião geral, com o que os colaboradores acham que podem agregar nessa união, possíveis rascunhos de estratégias, etc. Depois disso, é essencial criar um cronograma de reuniões frequentes com as equipes,  pois isso garantirá que todos estejam em contato frequente e que nada seja perdido no meio das estratégias. 

As reuniões frequentes também podem ajudar na resolução de conflitos entre o time de marketing e o time de finanças. Isso fará muito bem para a saúde emocional e para a cultura da empresa, que colocará os colaboradores para interagir de maneira direta, sem ruídos de comunicação. Afinal de contas, de que adianta ter setores muito bem preparados, mas que não atuam em conjunto? A união das equipes fará com que as coisas fluam de maneira menos inesperada, reduzindo riscos para o seu negócio. Algumas ferramentas, como o sistema integrado de gestão empresarial (ERP), também podem ser adotadas, para que o fluxo de caixa seja monitorado pelas equipes.

Também é essencial que a saúde financeira da empresa esteja em dia com as realidades e as expectativas de cada estratégia de negócio. Caso o setor financeiro identifique algum tipo de dívida que a empresa tenha, é muito importante também tentar negociar, para que os investimentos sejam implementados da melhor forma para o time de marketing em ações de expansão e captação de leads, por exemplo. Isso ajuda na viabilidade econômica do próprio negócio e em uma boa avaliação de seus produtos ou serviços, para que estes se mantenham rentáveis, sem perder seus valores.

banner agenda min

Mais posts

Você quer expandir seus negócios?

Podemos fazer isso juntos

Entre em contato
Open chat
1
Olá! Como Podemos te ajudar?