Giro de estoque: entenda como funciona, sua importância e como calcular o índice

o que é giro de estoque

Compartilhe este post

Saiba tudo o que você precisa sobre uma das métricas mais importantes da cadeia de suprimentos de uma empresa.

O giro de estoque corresponde a uma métrica-chave para mensurar a eficiência da cadeia de suprimentos e do gerenciamento dos estoques, além de ser essencial para o diagnóstico de investimentos e de sucesso das vendas.

De maneira objetiva, esse índice tem por essência servir como base para estratégias que visam encontrar um equilíbrio entre o que é produzido e comercializado, de modo que o seu negócio tenha os produtos certos, no momento certo, sem acúmulo ou desperdício.

O ideal é que não faltem produtos nas prateleiras nem sobrem na armazenagem. Ele contempla vários níveis de uma empresa, sendo fundamental que os gestores saibam fazer o seu cálculo e entendam as dinâmicas que envolvem a maximização da eficácia no armazenamento dos produtos.

O que é giro de estoque?

giro de estoque consiste no número de vezes em que o que está armazenado é convertido em vendas em um dado período. Além disso, ele analisa a quantidade de vezes em que o estoque é reabastecido e quão eficiente está sendo a aplicação dos recursos por parte da empresa.

Ele avalia o rendimento da cadeia de suprimentos e a lucratividade do negócio. Também contribui para o aprimoramento da margem operacional e acompanha o tempo médio necessário para vender o estoque mantido na organização e renovar sua mercadoria.

Esse indicador deve ser analisado cuidadosamente pela equipe de gestão, já que cada item no estoque representa um valor investido, e não é interessante que esses produtos permaneçam lá por muito tempo, sem gerar lucros que poderiam ser aplicados em outras áreas de melhoria.

Como calcular o giro de estoque?

A fórmula básica de cálculo é a seguinte: giro de estoque = total do valor das vendas / valor médio investido no estoque. Essa conta deve considerar um período específico tanto de vendas quanto de abastecimento.

Pode ser calculado anual, mensal ou trimestralmente, e por departamento ou categoria de mercadoria, tudo depende da estratégia do gestor. As variações podem gerar insights preciosos que, junto de outros diagnósticos, melhorarão a eficiência no planejamento de compras, na promoção de vendas e na administração da armazenagem em geral.

Interpretar o cálculo é essencial: caso o giro mantenha-se em constante crescimento, indica que as vendas estão indo bem. Se ocorrer uma queda sem motivo aparente, é importante avaliar o que ocasionou e, assim, adotar medidas para solucionar o problema.

Não existe um giro de estoque ideal, pois cada empresa é única e atua em um segmento com uma demanda específica. No entanto, vale se atentar caso o resultado da conta seja menor que 1, pois isso significa que estão sobrando muitos itens no seu estoque, devido às baixas reposições.

Qual a importância de acompanhar esse índice?

Manter um giro de estoque sempre positivo é essencial para a redução de perda de mercadorias e para os custos diretos e indiretos que o armazenamento exige, para o aumento dos lucros e para a inovação dos produtos.

Também contribui para uma tomada de decisão assertiva no direcionamento dos recursos, te auxilia a entender o perfil de compra do seu consumidor, aumenta a produtividade, entre outros benefícios.

Estratégias para melhorar o giro de estoque

  1. Conte com fornecedores e colaboradores confiáveis;
  2. Defina boas estratégias de venda e tenha produtos de qualidade;
  3. Saiba o perfil de consumo do seu cliente;
  4. Invista em treinamentos para a equipe;
  5. Faça diagnósticos periódicos.
banner agenda min

Mais posts

Você quer expandir seus negócios?
Podemos fazer isso juntos!

Entre em contato
Abrir bate-papo
1
Olá! Como Podemos te ajudar?