Pagamento recorrente: entenda o que é e seus benefícios para um negócio

Pagamento recorrente: entenda o que é e seus benefícios para um negócio

Compartilhe este post

Com o pagamento recorrente, uma venda pode gerar diversas entradas, e tanto a receita quanto a fidelização de clientes podem ser melhoradas; saiba como

O ambiente de negócios brasileiro está em constante evolução, e uma das mudanças mais significativas tem sido a adoção do pagamento recorrente: um modelo financeiro que transforma transações únicas em fontes contínuas de receita.

Essa modalidade está se tornando essencial para o sucesso das empresas, especialmente aquelas do cenário digital, pois é um recurso que beneficia diversos pilares que sustentam o meio corporativo – desde o marketing até o setor financeiro.

A ferramenta surge como um fator estratégico que potencializa a eficiência e a lucratividade de uma organização, redefinindo as dinâmicas da gestão financeira.

Entenda por que esse modelo é tão importante e saiba tudo o que precisa para implementá-lo no seu negócio. Acompanhe a leitura e confira um guia objetivo e prático!

O que é e como funciona o pagamento recorrente?

Ao invés de depender exclusivamente de vendas pontuais, o pagamento recorrente permite que empresas coletem receitas em intervalos regulares. Isso é feito por meio de assinaturas, mensalidades ou outros métodos que proporcionam uma entrada constante de dinheiro.

De modo geral, é um modelo de negócios em que os clientes adquirem a assinatura de um produto ou serviço, e pagam por isso durante um período predeterminado – mensal, anual ou semanal. Essa cobrança acontece automaticamente, conforme o ciclo escolhido pelo consumidor.

As plataformas de streaming, por exemplo, funcionam desta forma. As vendas acontecem de forma online e aceitam diferentes tipos de métodos de pagamento (cartões, boleto bancário, Pix, etc.).

Quais são os benefícios do pagamento recorrente?

1.    Para a empresa

No âmbito empresarial, o modelo aprimora a eficiência operacional, otimiza as rotinas de trabalho das equipes de finanças e de vendas, automatiza os recebimentos e reduz o índice de inadimplências ou atrasos de pagamento.

Além disso, promove maior estabilidade financeira em longo prazo, economizando tempo e recursos. Para o marketing, ele auxilia na fidelização dos clientes, devido a sua praticidade, e diminui o Custo de Aquisição por Cliente (CAC), pois, quanto maior é a retenção, mais assinaturas ficam ativas e a renovação de contratos torna-se mais simples.

2.    Para o cliente

Já para o consumidor final, há ganhos em comodidade, economiza o tempo dele, melhora a organização financeira, com uma previsibilidade de gastos mais claras no orçamento, e reduz os incômodos com cobranças ou cortes, caso, eventualmente, esqueça de pagar.

Como implementar o modelo de receita recorrente?

1. Identifique a necessidade do mercado e se esse método condiz com o seu negócio.

2. Faça pesquisas sobre os concorrentes que adotam o modelo e colete a opinião dos seus clientes.

3. Avalie como está o seu fluxo de caixa, a entrada de pagamentos e a receita do seu empreendimento.

4. Invista em tecnologia e automação, como um sistema de cobrança recorrente, que irá facilitar a gestão e a intermediação de pagamentos.

5. Acompanhe os resultados e estabeleça ações de pós-venda para recompensar seus consumidores, solucionar suas necessidades e manter contato.

site assistência resultados

Mais posts

Você quer expandir seus negócios?
Podemos fazer isso juntos!

Entre em contato
Abrir bate-papo
1
Olá! Como Podemos te ajudar?