Social Selling: principais características e como utilizá-lo para impulsionar vendas

Social Selling

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Através do uso de redes sociais, o Social Selling permite atingir novos clientes e fidelizar antigo

O Social Selling, que pode ser traduzido como venda social, é uma nova estratégia de vendas que vem ganhando força no mercado atualmente.

O método do Social Selling consiste na presença digital de marcas nas mais variadas redes sociais para criar vínculos e relacionamento com seu público-alvo, de modo a prospectar novos clientes e manter os clientes antigos fidelizados.

Essa forma de realizar vendas rompe com as cold calls e cold e-mails, as chamadas e e-mails frios. Ainda hoje, é comum recebermos ligações ou e-mails de marcas e empresas que oferecem um produto que não conhecemos, sem nenhum tipo de aviso prévio. Quando isso acontece, é muito difícil converter essa estratégia para vendas reais, pois o consumidor em potencial se sente incomodado com a abordagem invasiva e cria barreiras para conhecer aquela mercadoria ou serviço.

No Social Selling, com a presença digital da marca, a mesma é capaz de colocar vendedores para entrar em contato com seu público-alvo e interagir com os clientes em potencial, de forma mais descontraída e sem pressioná-los. A utilização de redes sociais é cada vez maior e sua acessibilidade é bastante abrangente em diversos dispositivos e a qualquer momento,  o que faz com que pessoas estejam em contato constante com as empresas nesses espaços. 

Através de uma abordagem amigável e mais pessoal com o Social Selling, marcas conseguem construir um relacionamento saudável com seu público-alvo, sem se desgastar. As empresas podem responder comentários em suas postagens, comentar fotos, reagir a posts de clientes e conversar, por meio de mensagens diretas. São inúmeras as formas de construir esse relacionamento com os consumidores, e, através da confiança estabelecida, eles estarão mais propensos a comprar um produto daquela marca.

A estratégia ajuda marcas a construírem uma imagem positiva perante seu público-alvo, o que converte em maiores vendas, conquista de novos clientes e também no retorno de clientes antigos para a compra de novos produtos.

Nesse método, foca-se na construção do relacionamento com as pessoas e no engajamento das páginas como forma de impulsionar as vendas. As vendas se tornam, portanto, uma consequência desses incentivos.

Para elaborar um plano eficaz, é preciso conhecer a fundo seu produto e estudar o público-alvo que se pretende atingir com ele. Após traçar essas informações, deve-se procurar quais redes sociais essas pessoas utilizam e investir na presença da marca na plataforma escolhida. Redes sociais como Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn atingem perfis diferentes de pessoas e são utilizados à sua própria maneira, com propostas e formas de interação singulares. A marca deve estar atenta a essas características e moldar seu plano da melhor forma, para atender às especificidades de público e rede utilizada, podendo incluir até a contratação de influenciadores digitais do nicho para a propaganda.

Apesar do Social Selling promover a construção de relações pessoais com os clientes, ainda assim, é necessário prezar por profissionalismo e boas práticas de comércio. É imprescindível a emissão de nota fiscal, ser transparente quanto ao envio da mercadoria, informar o valor do frete, disponibilizar código de rastreamento e manter um canal aberto, para que o cliente possa tirar dúvidas e questionar os processos. Essas condutas também são responsáveis pela experiência agradável do cliente, que retornará a fazer negócios com a empresa se ficou satisfeito com o serviço prestado por ela.

banner agenda min

Mais posts

Você quer expandir seus negócios?

Podemos fazer isso juntos

Entre em contato
Open chat
1
Olá! Como Podemos te ajudar?